sábado, 5 de fevereiro de 2011

Elói Pietá, o Lula de Guarulhos, pré-candidato por Itaquaquecetuba em 2012

Matéria publicada na edição: 8804
Data de:2011-02-03/02/2011
 
O ex-prefeito de Guarulhos e ex-deputado Elói Pietá (PT) deve ser candidato a prefeito por Itaquaquecetuba em 2012. O PT da cidade já estaria em conversação com o político na tentativa de concretizar o projeto. O petista já estaria escolhendo residência e mudança de seu domicílio eleitoral para a cidade. Quem é Pietá?
Nascido no Rio Grande do Sul e morador de Guarulhos desde 1980, foi vereador na cidade entre 1983 e 1990, chegando a ser presidente da Casa. Na Assembleia Legislativa de São Paulo, chegou em 1990, sendo reeleito duas vezes: em 1994 e 1998, tendo sido líder do PT na Casa, dedicando-se principalmente ao tema da segurança pública e ao combate ao crime organizado.
Prefeito de Guarulhos
Em 2000, foi eleito pela primeira vez prefeito de Guarulhos, no segundo turno, com 50,13% dos votos. Em 2004 foi reeleito com 53,58% dos votos válidos no primeiro turno, superando Jovino Cândido, que terminou em segundo, com 30, 63%. Concluindo seu mandato com 80% de aprovação na cidade. Atualmente Elói Pietá é vice-presidente da Fundação Perseu Abramo, instituída pelo PT em 1996 para reflexão e formação política.
Abissamra em Poá
As pretensões do prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Jorge Abissamra (PSB), o Dr. Jorge, de disputar a Prefeitura de Suzano em 2012, como ele já anunciou em várias conversas, já tem um plano B. Caso não consiga legenda para disputar a Prefeitura de Suzano, Abissamra começa a “mirar” Poá. Vai querer disputar o cargo de prefeito na cidade vizinha.
Coincidência
ou não?
A principal conversa política em Ferraz é de que Abissamra não escolheu o ex-prefeito de Poá, Carlos Roberto Marques da Silva (PTB), como secretário de Planejamento de Ferraz, por acaso. Vai querer o apoio do ex-prefeito poaense para uma eventual disputa.
Comando do Boy
O deputado federal Valdemar Costa Neto (PR), o Boy, está coordenando as reuniões que podem definir o futuro do seu colega Sandro Mabel (PR). Mabel enfrenta problemas no partido por ter sido candidato avulso na eleição para a presidência da Câmara, enfrentando Marco Maia (PT-RS), que tinha o apoio do PR. Apesar da falta de estrutura, Mabel conseguiu 106 votos na disputa.
Últimos dias
Nos últimos dias, a Executiva do partido usou a ameaça de expulsão para tentar forçar Mabel a desistir. Ele, no entanto, manteve a candidatura até o fim. “Não sou covarde”, disse, ao registrar ontem a candidatura. Diante da persistência de Mabel, o líder do partido na Câmara, Lincoln Portela (MG), chegou a anunciar a abertura de um processo de expulsão se Mabel não pedisse desfiliação da legenda até as 10 horas de hoje.