domingo, 12 de outubro de 2008

Dos Direitos Universais da Criança... pobre e preta

Dos Direitos Universais da Criança... pobre e preta


Toda criança pobre e preta tem o direito à desigualdade com distinção de raça, religião ou nacionalidade;

Toda criança pobre e preta tem o direito a crescer ( quando de fome não morrer ) dentro de um espírito covarde, de incompreensão, injustiça entre os povos e inimizade;

Toda criança pobre e preta tem o direito a anonimidade e à indignidade;

Toda criança pobre e preta tem o direito ao desamor e à incompreensão por parte dos pais e da sociedade;

Toda criança pobre e preta tem o direito à deseducação gratuita e ao trabalho infantil;

Toda criança pobre e preta tem o direito à desnutrição, a morar pelas ruas à falta de saúde para si, sua mãe, seu pai e seus irmãos;

Toda criança pobre e preta tem o direito a ser socorrida em último lugar seja lá qual for o estado de miséria em que ela se encontrar;

Toda criança pobre e preta, física ou mentalmente deficiente
Tem direito ao esquecimento pelas autoridades competentes;

Toda criança pobre e preta tem o direito à desproteção total
para o seu retraimento físico, mental e social;

A toda criança pobre e preta, que por insistência ainda viva,
só lhe será negado um único direito:

Saber o significado da palavra vida.

Texto de Renato Prata Biar
12 de Outubro de 2008

Núcleo de Ação e Trabalho Assistencial-Projeto NATA (100% É dos Pimentas)

Empoderamento político para o resgate da cidadania